Minha vida perfeita!

Finalmente, cheguei ao que considero o ideal como estilo de vida e organização! Estou curtindo tanto essa nova fase, resultado de todas as minhas conquistas, cada uma realizada a seu tempo.

> Gosto de acordar cedo, porque funciono melhor durante o dia. E quando acordo estou bem disposta e pronta para viver o que for preciso! Mudei completamente minha alimentação, sempre como frutas e barras de cereais nos intervalos entre as principais refeições e já não chego em casa tão esfomeada a ponto de devorar os chocolates da dispensa.

> Sou vaidosa. Todos os dias quando me levanto, lavo meu rosto com sabonete antisséptico, passo minha loção adstringente, depois o gel hidratante. Sempre me arrumo para trabalhar, não dispenso a máscara para os cílios, um batom rosa claro e brincos discretos. Meu perfume está sempre à mão na mesinha de canto do meu quarto, quando termino de me vestir já faço uso e estou pronta! Para dormir passo hidratante nos pés, joelhos, cotovelos e mãos, o que os deixam sempre macios e bonitos. Faço as unhas toda semana, é um ritual que não deixo de cumprir seja nas sextas ou sábados.

> Minha rotina da manhã está muito bem definida. Arrumo nossa cama, enquanto meu marido faz o café e busca o pão. Faço questão de tomar o café com ele, todos os dias nos abraçamos bem forte desejando “bom dia” um para o outro. Vemos um pouco de TV enquanto isso e comentamos um pouco sobre nossas vidas. Gosto também de dar uma olhada nos emails, para isso o tablet é mais prático e rápido, ele sempre notifica se há emails importantes. Quando terminamos o café, as xícaras são colocadas dentro da pia. Às vezes quando sobra tempo, eu as deixo lavadas antes de sair para o trabalho.

> No trabalho, a primeira coisa que faço é revisar minha lista de tarefas. Consegui diminuir totalmente minha ansiedade ao ter certeza de que não vou me esquecer de nada e que está tudo sob meu controle. Os primeiros minutos do dia são essenciais para minha organização. Reviso meus emails, meu calendário, meus projetos em andamento e minha lista do dia anterior, reescrevo a lista do dia atual com tudo que preciso fazer. Tenho cuidado para não trabalhar somente nas coisas urgentes e prioritárias, executando a cada três tarefas urgentes uma que não é. Assim, trabalhando de três em três tarefas faço meu dia acontecer. Para as tarefas mais longas que não são urgentes, estabeleço um tempo de 15 minutos para me dedicar, se não consigo terminá-la, retomo no dia seguinte mais 15 minutos. Sempre ao completar uma tarefa, passo um risco sobre ela. Algumas tarefas demandam ações no futuro, essas eu também risco, pois naquele dia fiz o que era necessário, mas também as coloco no calendário, pois voltarei a elas novamente na data apropriada. O segredo é jamais começar o dia com a lista do dia anterior, reescrevo a lista todas as manhãs religiosamente. Dá trabalho, sim. Entretanto esse momento tem seu valor, pois é quando percebo o quanto estou sendo produtiva nos meus dias.

> Outra coisa que faço diariamente é passar trinta minutos na academia, geralmente depois do trabalho. Sempre levo comigo minha mochila com tudo o que preciso, toalha, tênis e meias. A mochila fica no carro, sempre preparada com peças limpas, então não tenho desculpa para deixar de ir. Quando chego em casa, coloco as peças usadas na lavanderia, pego novas e já deixo a mochila preparada perto da porta já para o dia seguinte.

> A rotina do cardápio para o jantar está estabelecida. Tenho os pratos e delícias preferidos meus e do meu bem anotados no nosso Control Journal. Faço o planejamento do cardápio nos fins de semana, a partir disso escrevo a lista de compras e deixo pronta na minha bolsa para a primeira oportunidade de ir ao supermercado. Geralmente vou após o trabalho, nesse dia a academia fica para depois que chegar e guardar as compras nos armários, e o marido se encarrega de providenciar a janta. Daí fica tudo à mão na geladeira durante a semana, os dias em que faço as receitas podem variar, mas acabou aquele stress de chegar do trabalho e pensar “e agora, o que vou comer”. Nessas ocasiões em que estou na cozinha, dou uma olhada na geladeira, aproveito os alimentos guardados e jogo fora os vencidos. Nessa hora também dá pra ver se a geladeira precisa de uma limpeza, o que programo para o fim de semana. As louças sempre são lavadas após o jantar, quando não, são lavadas na manhã do dia seguinte, enquanto meu marido faz o café.

> A minha casa está sempre limpa e somos nós mesmos que cuidamos. Durante a semana mantenho as coisas no lugar, e meu marido me ajuda nessa tarefa, porque embora a poeira esteja aqui e ali, nada denigre tanto a imagem de uma casa do que a desorganização. Nos finais de semana, sou rápida, já tenho meu plano de limpeza para deixar o lar abençoado em 1 hora: varrer a casa pelos meios, aspirar o tapete e sofá, tirar a poeira com pano úmido, passar um pano bem passado em tudo, limpar as janelas, trocar lençóis e toalhas e esvaziar as lixeiras. Outra vez, a casa precisa estar organizada para conseguir ser rápida, nada de tralha espalhada. Consigo lavar o banheiro com 30 minutos e deixar tudo limpo, depois trabalho mais 30 minutos na cozinha e área de serviço limpando os armários, as bancadas e o fogão. Para completar, gasto mais 30 minutos em algum ponto específico da casa, alguma gaveta por organizar, os armários da dispensa, a geladeira, o filtro de água etc. Enquanto isso tudo acontece, sempre tem uma trouxa de roupa trabalhando na lavadora, o que acho muito prático. Meu marido cuida das varandas, da garagem, do quintal e do carro, e mais de tudo que estiver precisando de conserto. Prefiro assim, pois durante a semana passo as noites a namorar, vendo um bom filme ou lendo um bom livro. Essas horas de limpeza nunca são determinadas, às vezes faço pela manhã, outras vezes pela tarde. Aprendi a me adaptar aos compromissos com a família conforme eles aparecem e isso não me preocupa mais. Quando realmente não tenho tempo, priorizo a limpeza do banheiro e o resto fica para o próximo fim de semana!

> Procuro convidar os amigos para nos visitar em casa ao menos uma vez por semana, nos divertimos à beça contando histórias e escutando boas músicas. Eu e meu marido sempre fazemos pratos diferentes para cada ocasião. Para cada visita, abrimos uma garrafa de vinho. Tenho um grande jarro de vidro na sala onde guardo rolhas com os nomes e as datas de cada visita. Logo terei que pensar no que fazer, pois o jarro já está quase completo!

> Parei de me dedicar tanto aos estudos, agora pretendo apenas manter um ritmo de leitura diário, lendo meus livros e minhas revistas preferidas sobre casa e jardim e administração em geral. Nada de compromissos ou de armadilhas que eu mesma apronto pra mim.

> Já falei um pouco sobre a rotina da noite, que inclui jantar e lavar a louça, mas que varia muito a cada dia. Sempre deixo esse espaço mais livre para estar com a família, também porque não consigo render tanto à noite para trabalhos de maior concentração ou esforço. Algumas vezes tiro tempo no computador para ler emails, blogs e redes sociais, ou então aproveito para ler. Costumo dar uma olhada nas plantas antes de dormir e ver se precisam de água, faço isso enquanto estou escovando os dentes, depois volto para aguá-las. Antes de me deitar, eu e meu marido oramos e agradecemos a Deus pelo dia vivido, pedindo força e parcimônia para viver o dia seguinte.

> Não tenho problemas com orçamentos, aliás nem preciso fazer orçamentos. Vivo com o básico e gasto muito menos do que ganho sem precisar ficar ansiosa contando as moedinhas. Não faço prestações, faz tempo que aumentei minha contribuição para o plano de aposentadoria e hoje nem faço conta dessa quantia, minhas únicas obrigações são com a academia, as assinaturas das revistas, as contas de água, luz e internet, além é claro dos impostos anuais. No mais, gasto apenas com supermercado. Compro roupas e sapatos em raras ocasiões quando vejo necessidade, e geralmente quando entra alguma coisa nova no armário, sai outra para a doação. Não compro coisas para dizer que tenho, não há lugar na minha casa para colecionar coisas a não ser livros. As coisas precisam ser úteis, não somente servir de enfeite. Sempre aproveito promoções para comprar presentes, os aniversários da família estão todos anotados no Control Journal, e sempre estou preparada com alguma lembrancinha para dar. Quando é a vez de tirar férias, sempre tenho uma poupança que me permite viajar e curtir um novo lugar a cada ano. Nas férias me permito alguns luxos como comer em bons restaurantes e pagar por passeios turísticos. Antes de viajar, já aviso pra família: “Não vou trazer lembranças para ninguém, são inúteis, vão pesar o porta-malas do carro e depois vão ocupar lugar em suas casas, além de juntar poeira.” Prefiro tirar fotos, essas para mim são as melhores recordações. Finalmente, reservo um pouco do que ganho para doação, contribuindo uma boa quantia mensalmente para um grupo de apoio a pacientes com câncer.

> Domingo é dia de ir à Igreja. Eu e meu marido nos arrumamos, assistimos à missa, na volta compramos um sorvete para finalizar a semana e deixar a vida mais doce.

Finalmente consegui escrever tudo. É muita detalhe, sou detalhista, não tem jeito. Mas é isso.

Pena que nem tudo seja verdade! Esse é um exercício de visualização, que eu copiei do blog da Rita, que por sua vez, copiou da  Stephanie. A ideia é estabelecer objetivos e trabalhar para realizá-los! Mãos à obra!!!

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s